Afetividade na Educação Infantil e seu Processo Educacional.

Educadores Sociais participaram em 29/02/2020 de uma palestra sobre a temática afeto na educação infantil, que foi brilhantemente ministrada por nossa parceira e palestrante Aline Michele Richientiero Leite Gama que é Pedagoga, Pós Graduada em Gestão Escolar e Pós Graduada em Educação Especial com enfase em TGD – Transtornos Globais de Desenvolvimento.

Segundo o Dicionário Afeto é o sentimento de afeição. Afeição é sentimento carinhoso em relação a; afetivo em que há afeto.

Afetividade é qualidade ou caráter de quem é afetivo, conjunto de fenômenos psíquicos que são experimentados e vivenciados na forma de emoções e de sentimentos.

A presença ou ausência do afeto determina a forma com que um indivíduo se desenvolverá, também determina a autoestima das pessoas a partir da infância, pois quando uma criança recebe afeto dos outros consegue crescer e desenvolver com segurança e determinação.

Existem alguns transtornos que ocorrem devido à ausência ou pouco recebimento de afeto, onde os mais evidenciados são depressão, fobias, somatizações e ansiedade generalizada.

Pessoas com recordações e experiências ruins e/ou tristes se tornam apáticas, ou seja, pessoas que excluem a afetividade de sua vida e que se tornam frias e ausentes de emoção.

A Afetividade é uma sensação de extrema importância para a saúde mental de todos os seres humanos por influenciar o desenvolvimento geral, o comportamento e o desenvolvimento cognitivo, assim a relação de afeto entre educador, criança e até família é de grande importância, com base nos estudos realizados pelos teóricos Piaget, Vygotsky, Wallon e Chalita.

Assim pensando na educação, e em qual a importância da afetividade na processo educacional, devemos pensar que a criança é muito mais que sua inteligência, pois a inteligência não é o principal componente do desenvolvimento das criança.

Há três dimensões: Motora, Afetiva e Cognitiva, defendidas pelos pensadores da educação que atuando juntas, trabalham no desenvolvimento da criança e relacionadas com afeto e prazer é bem desenvolvida, tornando uma aprendizagem com maior facilidade de apropriação.

Assim, sem afeto não há o desenvolvimento necessário para as crianças aprenderem e, como educadores devemos sempre ter como objetivo central, o cuidar e assim,  desenvolvendo crianças/futuros cidadãos.

Acompanhe abaixo, fotos deste encontro.

Educadores Sociais participantes do encontro.

Acesse aqui seu certificado da Palestra.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *